Incumprimento de Crédito: saiba tudo!

Incumprimento de Crédito: saiba tudo! - Credível

Entra em incumprimento de crédito quando a prestação dos créditos que contratou, não são pagos dentro da data prevista. Aqui vamos explicar o que deve fazer face a uma situação destas.

É importante ter consciência de que se estiver a passar por um momento de dificuldade, deve agir em vez de esperar que a situação piore.

Ao entrar em incumprimento no seu crédito, poderá ter consequências negativas, que pioram com o passar do tempo se não as resolver.

O ideal é precaver-se desse incumprimento de crédito.

Sabemos que os imprevistos acontecem, mas há soluções. Se lhe ligassem a perguntar se preferia entrar em incumprimento ou arranjar uma solução, certamente que iria querer saber qual a solução. Veja o que deve fazer:

INCUMPRIMENTOS DE CRÉDITO

A melhor forma de precaver o incumprimento de crédito, é saber controlar regularmente o seu orçamento familiar, para isso basta calcular a sua taxa de esforço, i.e., deve calcular o valor que tem para o pagamento das prestações mensais com os seus créditos.

Leia também: Taxa de esforço, o que é e para que serve?

Se esse valor for superior a 30% dos seus rendimentos, pode correr o risco de entrar em incumprimento.

Se está nessa situação, não perca tempo, peça ajuda a um profissional. Mostre o seu orçamento e certamente que irão encontrar uma solução, quer por renegociação ou consolidação dos créditos.

O QUE ACONTECE EM CASO DE INCUMPRIMENTO?

O não pagamento atempado de prestações de contratos de crédito tem graves consequências para o cliente bancário e para o seu agregado familiar: 

• O cliente em incumprimento fica sujeito ao pagamento de juros de mora, comissões e outros encargos que acrescem à sua dívida;

Os juros de mora calculam-se dia-a-dia sobre o valor da prestação devida e não paga, até à data do pagamento. Veja como é calculada a fórmula

Juros mora = Prestação atraso x (taxa de juro moratória / 360) x n dias em mora

• A situação de incumprimento é comunicada à Central de Responsabilidades de Crédito do Banco de Portugal, o que será tido em consideração na avaliação do risco do cliente; 

• A instituição de crédito pode iniciar uma ação judicial para a recuperação do crédito, que poderá conduzir à penhora dos rendimentos e à venda dos bens do cliente. 

O cliente bancário que enfrente dificuldades no cumprimento de contratos de crédito dispõe de um conjunto de direitos previstos na lei.

Os direitos aplicam-se a partir do momento em que surgem as dificuldades no cumprimento do contrato de crédito e mantêm-se após o não pagamento das prestações.

Precisa da nossa ajuda? Fale agora com a nossa equipa através do formulário abaixo.

FALE CONNOSCO

A nossa equipa especializada entrará em contato consigo o mais breve possível! Até já!

Artigos Relacionados

No Results Found

The page you requested could not be found. Try refining your search, or use the navigation above to locate the post.

0 Comments

Submit a Comment