Incumprimento de Crédito: saiba tudo!

incumprimento de crédito

Entra em incumprimento de crédito quando a prestação dos créditos que contratou, não são pagos dentro da data prevista.
Aqui vamos explicar o que deve fazer face a uma situação destas.

É importante ter consciência de que se estiver a passar por um momento de dificuldade, deve agir em vez de esperar que a situação piore. Ao entrar em incumprimento no seu crédito, poderá ter consequências negativas, que pioram com o passar do tempo se não as resolver.

O ideal é precaver-se desse incumprimento de crédito.

Sabemos que os imprevistos acontecem, mas há soluções. Se lhe ligassem a perguntar se preferia entrar em incumprimento ou arranjar uma solução, certamente que iria querer saber qual a solução. Veja o que deve fazer:

INCUMPRIMENTOS DE CRÉDITO

A melhor forma de precaver o incumprimento de crédito, é saber controlar regularmente o seu orçamento familiar, para isso basta calcular a sua taxa de esforço, i.e., deve calcular o valor que tem para o pagamento das prestações mensais com os seus créditos. Se esse valor for superior a 30% dos seus rendimentos, pode correr o risco de entrar em incumprimento.

Se está nessa situação, não perca tempo, peça ajuda a um profissional. Mostre o seu orçamento e certamente que irão encontrar uma solução, quer por renegociação ou consolidação dos créditos.

O QUE ACONTECE EM CASO DE INCUMPRIMENTO?

O não pagamento atempado de prestações de contratos de crédito tem graves consequências para o cliente bancário e para o seu agregado familiar: 

• O cliente em incumprimento fica sujeito ao pagamento de juros de mora, comissões e outros encargos que acrescem à sua dívida;

Os juros de mora calculam-se dia-a-dia sobre o valor da prestação devida e não paga, até à data do pagamento. Veja como é calculada a fórmula

Juros mora = Prestação atraso x (taxa de juro moratória / 360) x n dias em mora

• A situação de incumprimento é comunicada à Central de Responsabilidades de Crédito do Banco de Portugal, o que será tido em consideração na avaliação do risco do cliente; 

• A instituição de crédito pode iniciar uma ação judicial para a recuperação do crédito, que poderá conduzir à penhora dos rendimentos e à venda dos bens do cliente. 

O cliente bancário que enfrente dificuldades no cumprimento de contratos de crédito dispõe de um conjunto de direitos previstos na lei.

Os direitos aplicam-se a partir do momento em que surgem as dificuldades no cumprimento do contrato de crédito e mantêm-se após o não pagamento das prestações.

Estejam à vontade para perguntas! Siga-nos nas nossas redes sociais Instagram, Facebook e Linkedin, e visite o nosso website.

0 Comments

Submit a Comment

Artigos Desta Categoria

Artigos Mais Recentes